como fazer sanduíches e quais os tipos existentes

                               Sanduíches: um alimento popular para quem gosta de praticidade e variedade!

Um alimento popular, que tem lugar cativo na mesa de milhões de pessoas ao redor mundo. Esse é o sanduíche, que dos mais simples aos mais diferenciados, passando, inclusive, pelas opções gourmet, consegue se destacar e fazer parte, nem que seja uma vez por semana, do cardápio daqueles que precisam de praticidade no dia a dia, ou que simplesmente querem algo mais rápido para se alimentar, sem precisar ficar horas na cozinha preparando algo.

São diversas as opções existentes atualmente, que você pode comer fora de casa, pedir por delivery ou se aventurar e preparar o seu da forma que mais lhe agradar. Independentemente da escolha, o que importa dizer é que o sanduíche facilita e muito a vida, uma vez que trata-se de um alimento rápido, de fácil preparo, que se encaixa perfeitamente no contexto atribulado de tarefas e demandas que precisam ser atendidas diariamente, seja no trabalho ou em casa.

E engana-se quem acha que o sanduíche é um dos pratos que fazem parte da categoria dos inimigos da saúde e do bem-estar. Como dissemos, são tantas as opções e tipos existentes, que hoje em dia já é sim possível encontrar este alimento em versões saudáveis, que oferecem os nutrientes necessários para que todos tenhamos cada vez mais qualidade de vida e disposição no dia a dia.

No artigo de hoje, além de falar um pouco sobre a história desse, que é um dos pratos mais populares em todo o mundo, vamos te apresentar também algumas receitas simples e um pouco mais incrementadas, as quais você pode recorrer quando estiver precisando economizar tempo, seja na hora do café da manhã, almoço ou do jantar.

De onde surgiram os sanduíches?

Também conhecido e carinhosamente chamado de sanduba, por aqueles que têm uma intimidade maior com este tipo de refeição, o sanduíche teve a sua origem na Inglaterra, mais especificamente no século XVIII. A sua criação é atribuída a John Montagu, o 4º Conde de Sandwich (Fourth Earl of Sandwich), que era simplesmente apaixonado por jogos de cartas.

Tão apaixonado, que em uma das noites de carteado que costumeiramente gostava de promover, o Conde sentiu fome, porém não queria parar de jogar para se alimentar. Foi aí que pediu a um de seus subordinados que preparasse algo para que ele pudesse se comer, sem que precisasse interromper o que estava fazendo.

Uma das recomendações de John é que o prato a ser preparado fosse simples e rápido. Mesmo perdido e sem saber por onde começar, o criado levou este ponto em consideração: ele cortou um pão e no meio das duas fatias colocou um pedaço de presunto. Ao servir o novo prato ao Conde, ele simplesmente adorou e daí em diante passou a jantar apenas este, que recebeu o nome de sanduíche, no inglês, sandwich.

 A partir disso, já no século XIX, sua fama começou a se espalhar por diversos outros países e regiões, como Países Baixos, Alemanha, Itália, Estados Unidos, entre outros, que serviam o sanduíche principalmente em estabelecimentos como as lanchonetes.

Outro fator que foi primordial para a popularização do prato foi a Revolução Industrial, que aconteceu entre os séculos XVIII e XIX. Isso porque, geralmente, os funcionários das fábricas costumavam trabalhar por longas horas seguidas e tinham pouco tempo de intervalo para se alimentar. Assim, eles acabavam recorrendo aos sanduíches, que se tornaram uma das opções de almoços rápidos mais comuns daquele período.

De lá para cá o sanduíche se modernizou, ganhando versões variadas e versáteis, com ingredientes diversos, capazes de atender ao gosto de praticamente todas as pessoas, como é o caso do hambúrguer, receita famosa e universalmente popular, que teve a sua origem nos Estados Unidos do século XIX e se popularizou ainda mais em decorrência do surgimento das grandes redes de fast-food que conhecemos atualmente.

Curiosidades sobre o sanduíche

Ao longo do tempo diversas curiosidades sobre o universo que envolve o sanduíche foram surgindo, merecendo cada uma delas o seu destaque pelo fato de fazerem parte da construção da história e também da evolução do alimento em todo o mundo.

Veja algumas delas, a seguir:

Um americano brasileiro

O sanduíche americano, apesar do nome, foi criado aqui no Brasil, mais especificamente em São Paulo, nos anos de 1940. Foram os donos da lanchonete Salada Paulista que tiveram a ideia de aprimorar a receita do misto-quente, acrescentando alface, ovo e bacon.

Pelo fato do ovo e do bacon ser uma dupla comum na culinária dos norte-americanos, o sanduíche recebeu este nome, porém, anos mais tarde, deixou de fazer parte da receita.

A criação do Bauru

Em uma de suas frequentes visitas à lanchonete Ponto Chic, localizada no centro da cidade de São Paulo, o estudante e mais tarde radialista, Casemiro Pinto Neto, fez um pedido diferente ao cozinheiro responsável pela preparação dos pratos. Casemiro pediu que fosse feito um sanduíche com os ingredientes contidos na receita original, que no caso leva rosbife, pão francês, fatias de tomate, picles e queijo derretido.

O pedido foi atendido e dessa forma foi criado um dos sanduíches mais populares em nosso país: o bauru, que ganhou esse nome por ser a cidade natal e também o apelido de Casemiro.

Cheeseburger ou X-burguer?

A receita de pão recheado com hambúrguer e queijo derretido já era bastante popular e vendida nos Estados Unidos dos anos de 1920. Porém, foi Louis Ballast, proprietário da lanchonete Humpty Dumpty, localizada na cidade de Denver, que teve a ideia de registrar a patente do cheeseburger, em 1935, também conhecido como X-burguer aqui no Brasil.

Uma homenagem aos sírios

Não se sabe ao certo quem realmente inventou o Beirute, sanduíche preparado com pão sírio, rosbife, queijo, alface, tomate e ovo frito, porém algumas informações levam a crer que a sua criação ocorreu mais próxima do povo brasileiro do que se imagina.

É que no início do século XX este tipo de pão especial foi trazido para a cidade de São Paulo, principalmente pelos imigrantes de origem árabe, o que fez com que os paulistanos dessem ao sanduíche o nome de Beirute, como uma forma de homenagear os nascidos na capital do Líbano, que residiam em terras brasileiras.

Sobre o que não pode faltar nos sanduíches

Falando sobre dois ingredientes e condimentos que dificilmente faltam em diversas receitas de sanduíche, a mostarda e o ketchup, são alimentos já bem antigos na história do mundo.

No caso da mostarda, ela já era utilizada por vários povos, antes de Cristo, sendo que os romanos foram os primeiros de que se tem conhecimento, que fizeram uma pasta com as sementes espremidas do condimento.

Já o ketchup, quando foi produzido pela primeira vez, por incrível que pareça, não levou em sua receita tomate. O que na verdade foi utilizada, foi uma espécie de salmoura, que os povos chineses usavam para temperar peixes, conhecida como ke-tsiap.

Mahonnaise

Mais conhecida em nosso país como maionese, ao que tudo indica, este ingrediente que também é facilmente encontrado em diversas receitas de sanduíche mundo afora, teve a sua origem na França, em 1756.

Feita basicamente com ovo, a sua criação ocorreu para celebrar a vitória da França, no começo da Guerra dos Sete Anos, contra a Inglaterra. O que se sabe é que o molho foi feito pela primeira vez após a invasão e tomada do castelo de Saint Philip, localizado cidade de Mahón, que deu ideia para o nome original mahonnaise.

Como fazer um sanduíche de dar água na boca?

Se você ama sanduíche e quer fazer uma receita inovadora, tanto para você mesmo, quanto para seus amigos e familiares ficarem com água na boca, aqui vão algumas dicas que você pode colocar em prática hoje mesmo e arrasar na cozinha.

Continue a leitura e confira o que é necessário para fazer um sanduíche perfeito:

Dê preferência aos ingredientes frescos

Uma das primeiras coisas que você precisa ter em mente na hora de elaborar a sua receita de sanduíche é que quanto mais frescos os ingredientes que você utilizar, melhor. No final, ou seja, na hora de provar a sua própria invenção, você vai ver que essa refrescância vai fazer toda a diferença.

Escolha o pão adequado

Além de contar com um pão fresco, como dissemos acima, e saboroso, é preciso que você saiba fazer a escolha adequada aos ingredientes que vai utilizar na sua criação. Assim, se você optar por montar o seu sanduíche com itens molhados, é importante que o pão seja um pouco mais firme, para não encharcar e acabar desmontando antes mesmo de você servir.

Utilize os contrastes a seu favor

Se tem uma coisa que vai dar um toque a mais ao seu prato, seja ele um sanduíche simples, ou sanduíches diferentes, é o contraste dos elementos que farão parte de sua composição. Neste sentido, o que você pode e deve fazer é contar com texturas variadas, que terão o poder de estimular ainda mais o paladar de quem se propor a provar a sua receita.

Você pode misturar um pão macio, com uma carne crocante ou desfiada, um molho de textura mais cremosa, com alguma folhagem fresca e firme, enfim, o importante aqui é experimentar, pois somente assim você saberá, de forma cada vez mais aprimorada, como fazer sanduíche com perfeição.

Molhe na medida certa

Este é um cuidado que se deve ter, para que o sanduíche não fique molhado demais e acabe desmontando na hora que a pessoa for comer. Sendo assim, o que você deve fazer é escolher itens que deem um toque de untuosidade ao seu preparo, como é caso da maionese, do queijo cremoso, ou de um molho que você mesmo pode inventar.

O importante é deixar o sanduíche um pouco molhado, para que, dessa forma, a mordida de seus convidados seja conduzida, quando estiverem se alimentando, e os outros ingredientes que compõem a receita fiquem envolvidos dentro do pão.

Um pouco de acidez para dar um toque especial

Picles, molhos à base de vinagre ou limão, cebola, entre outros ingredientes cítricos, podem ser utilizados para um toque especial e surpreendente de acidez ao seu sanduíche. Fazendo isso, você estará estimulando o paladar dos seus convidados, incentivando-os a comer até o final.

Deixe as convenções de lado

Quando nos aventuramos no universo gastronômico pela primeira vez, costumamos sempre nos prender àquilo que já foi feito. Isso acontece, tanto na cozinha, quanto fora dela também.

Entretanto, é preciso pensar fora da caixa e dar ao seu prato a sua personalidade. Não tenha medo de ousar e utilizar ingredientes inusitados, de um outro tipo de refeição, pois disso podem sair, não só sanduíches diferentes, mas também receitas deliciosas, capazes de conquistar o coração e o paladar dos amantes de uma boa gastronomia.

Crocância

Conforme dito mais acima, você pode também utilizar elementos crocantes para ousar e sair da zona de conforto, e também para dar uma textura diferenciada e saborosa ao seu sanduíche.

Coloque um mix de castanhas ou legumes e vegetais crus, que podem dar outra cara para a sua receita.

Simples, clássicos e diferenciados

Quando o assunto é sanduíche, existe uma infinidade de tipos e sabores, que atende aos paladares mais simples e também os mais exigentes. Confira a seguir, uma lista com os principais pratos existentes ao redor do mundo:

  • Club sandwich: o sanduíche de dois andares mais famoso do mundo, feito com três fatias de pão torradas, peito de frango desfiado, ou peito de peru, alface crespa, tomate, bacon torrado e maionese.
  • Queijo quente: popular nos Estados Unidos o queijo quente é basicamente feito com duas fatias de pão de forma e queijo ralado.
  • Hot-dog: um dos mais simples da lista: pão, salsicha e mostarda.
  • Prego: um sanduíche português, com certeza. A sua receita é bem simples, pois leva apenas pão, um bife bem fino e molho de mostarda.
  • Sanduíche de mortadela: um clássico popular na maior cidade de nosso país, este sanduíche leva bastante mortadela, alface, tomate e queijo.
  • Falafel: conhecido como um dos pratos vegetarianos mais populares do mundo, o falafel é composto por pão pita, grão de bico frito, tomate, pepino, cebola, alface, molho apimentado e tahine (pasta de sementes de gergelim).

Além destes, existem diversos outros tipos de sanduíches, que, como dissemos, agradam a todos.

E você, qual o seu sanduíche preferido? Tem alguma receita, criada especialmente por você? Deixe seu comentário abaixo sobre o assunto e, se você gostou deste texto, compartilhe com seus amigos em suas redes sociais.

 

Créditos da Imagem: QG Jeitinho Caseiro